Dans une culture sans Dieu: Lévinas au Japon

Aproveitando o mote dado pelo professor Paulo Costa, decidimos compartilhar mais um texto sobre a recepção do pensamento levinasiano fora do âmbito europeu. Dessa vez trata-se do Japão e o texto, também disponível no site do Institut d’études lévinassiennes, é “Em uma cultura sem Deus: Levinas no Japão” escrito por Yasuhiko Murakami e Mao Naka – ambos com formação na Universidade de Tokyo e na Universidade Livre de Bruxelas.
Assim como Anna Yampolskaya faz no artigo sobre a recepção russa, os autores recorrem a uma contextualização inicial do ambiente em que a obra foi recebida. No entanto, em vez de versar sobre a entrada da filosofia no Japão, recorre-se aqui à presença do cristianismo para responder a pergunta inicial que o texto põe: porque Levinas é lido no Japão? Já que se situam fora de uma cultura monoteísta, o que atrai os leitores japoneses em Levinas? Três principais motivos são enumerados: 1) o choque e estranheza do conteúdo judaico presente no texto levinasiano; 2) a segunda guerra mundial; e 3) o problema do individualismo e da alienação.
Enfim, Murakami e Naka traçam uma visão abrangente da presença levinasiana no Japão e contribuem com um excelente material bibliográfico.

O texto completo pode ser acessado clicando aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s