Curso “A filosofia sob o risco da literatura” na UnB

Durante os meses de novembro e dezembro, o Programa de Pós-graduação em Literatura (PÓSLIT) da UnB promoverá a Escola de Altos Estudos Capes com a participação da professora Danielle Cohen-Levinas, responsável pelo Collège des Études Juives et de Philosophie Contemporaine – Centre Emmanuel Levinas e pesquisadora associada nos Arquivos Husserl/ENS Paris. A professora Cohen-Levinas representa, hoje, uma das mais profícuas pensadoras que tem se debruçado sobre o pensamento francês contemporâneo, sobretudo nas figuras emblemáticas de Emmanuel Levinas, Jacques Derrida e Jean-Luc Nancy.

Reproduzimos abaixo a ementa do curso e um link para acessar o arquivo pdf com maiores informações. As inscrições ocorrerão na Secretaria do PÓSLIT (ICC Sul – B1-12).

Este programa se apresenta na forma de seis cursos que tentarão abordar a questão da irredutibilidade literária em face do maciço filosófico. Desde a ideia de Nietzsche segundo a qual o drama filosófico, ou seja, esse de Platão, não leva em conta nem a tragédia, nem a comédia, mas o gênero épico de acordo com o modelo homérico, vamos analisar o estatuto e a função da narrativa e do relato no cerne da filosofema, e ver como o relato, especialmente no século XX, trabalha o conceito, dando-lhe assim um novo fôlego, uma nova vitalidade. A literatura foi um lugar de invenção de novas línguas e novos idiomas, um lugar que permitiu a filosofia se renovar e se abrir ao que poderia ser chamado de uma dimensão de interpelação. Como sair da tradição romântica que quer que a Vorstellung (representação) seja perfeitamente distinta do Begriff (conceito)? Nós faremos uma seleção de textos, autores e filósofos desde os quais a questão do “risco” está sensível e veremos como o atrito entre a literatura e a filosofia permite, tanto à literatura quanto à filosofia, entrelaçar registros de línguas, de preocupações, registros que têm por objeto as questões dos testemunhos, da responsabilidade, da ética, da política, da comunidade. Em que a ficção diz a verdade e sobre o que ela a diz? Em que sentido a filosofia representa uma ficção, a desconstrói no ponto de tornar-se uma ficção especulativa? A significação narrativa pode tornar-se um modelo para a significância ética? Vamos buscar os textos de Walter Benjamin (Infâncias berlinenses e O narrador), os ensaios de Maurice Blanchot sobre Proust e Kafka, os textos de Derrida sobre Joyce, Rousseau, Santo Agostinho (Circonfessions), bem como livros, Políticas da amizade e Paixões da literatura; os textos de Levinas sobre alguns escritores, sobretudo Proust, a literatura russa e o comentário sobre La folie du jour de Blanchot e os textos de Bataille. Também vamos trabalhar na obra de Philippe Lacoue-Labarthe e JeanLuc Nancy, O Absoluto Literário.

Plano de Ensino da Escola de Altos Estudos CAPES

Anúncios

Um comentário em “Curso “A filosofia sob o risco da literatura” na UnB

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s